ROB ZOMBIE & GHOST: em maio no Pepsi On Stage em POA

Os ingressos do show do Rob Zombie e do Ghost, que vai ocorrer dia 10 de maio no Pepsi on Stage, começarão a ser vendidos, amanhã, a partir das 10h, exclusivamente pelo site www.livepass.com.br

Crédito: Divulgação


Rob Zombie e Ghost, algumas das principais atrações do Maximus Festival, que ocorrerá em São Paulo, também irão desembarcar em Porto Alegre, para dois shows exclusivos por aqui. A apresentação conjunta, marcada para o dia 10 de maio, no Pepsi on Stage, vai trazer ao nosso palco uma das figuras mais icônicas do metal e dos filmes de terror, que lançou no ano passado o ousado “The Electric Warlock Acid Witch Satanic Orgy Celebration Dispenser”. Zombie, que construiu a sua trajetória dentro do metal através de canções agressivas e pesadas, como “Dragula”, “Living Dead Girl” e “Superbeast”, terá a companhia da banda sueca personificada pelo vocalista Papa Emeritus III. O Ghost, que tem despontado como um dos nomes mais promissores da nova geração do som pesado, venceu no ano passado o Grammy na categoria melhor performance de metal com “Cirice”
, cujo videoclipe já ultrapassou a marca de 14 milhões de visualizações, e virá para cá com o repertório do recém-lançado “Meliora”, sem deixar de lado os melhores momentos de todos os seus outros discos, como “Opus Eponymous” e “Infestissumam”.


ROB ZOMBIE           

Um ícone do rock e um cineasta de visão única, Rob Zombie tem continuadamente desafiado o público quando amplia os limites da sua arte. Ele, que já vendeu mais de quinze milhões de álbuns em todo o mundo, é o único artista a ter um sucesso sem precedentes também como escritor e diretor de sete longas-metragens, com um lucro de mais de 150 milhões de dólares.

Rob Zombie alcançou uma grande visibilidade com vários discos de platina e de ouro conquistados ao longo dos anos, incluindo os clássicos “Hellbilly Deluxe”, “The Sinister Urge” e “Educated Horses”. Em 2013, já tendo sido sete vezes indicado ao Grammy, Zombie lançou o seu quinto álbum solo, “Venomous Rat Regeneration Vendor”. O CD estreou em sétimo lugar nas paradas do Billboard 200 e emplacou dois singles no Top 10, “Dead City Radio and the New Gods of Super Town” e o spin de Zombie no hino “We’re An American Band”, do Grand Funk Railroad.

Na sua carreira cinematográfica, o filme “Halloween”, lançado em 2007, ganhou o primeiro lugar das bilheterias em seu primeiro fim de semana, e outras duas obras suas, “House of 1.000 Corpses” e “The Devil’s Rejects”, se tornaram favoritos entre os críticos e os fãs e terror. O sétimo filme de Zombie, o tão aguardado “31”, fez  a sua estreia mundial no Sundance Film Festival, ano passado.

Em abril de 2016, Zombie colocou nas lojas o seu sexto álbum de estúdio, chamado “The Electric Warlock Acid Witch Satanic Orgy Celebration Dispenser”. Um retorno completo à forma do ícone do rock, o disco conta com grandes composições e com as participações de John 5 (guitarra), Piggy D (baixo) e Ginger Fish (bateria), que costumam acompanhar Zombie também em suas turnês.

          
Crédito: Divulgação

Para cada álbum, uma invocação é realizada para apresentar um novo vocalista e um novo líder para o Ghost, em um local não revelado em Lincopia, na Suécia. Papa Emeritus III, o cantor de “Meliora”, foi conhecido por meio de um anúncio pago no canal VH1 Classic, em maio de 2015, durante a transmissão de um filme de comédia norte-americano. Um fã capturou o momento em seu telefone celular e enviou para um popular site de compartilhamento de vídeos, onde se espalhou rapidamente.

O Ghost é uma banda de heavy metal formada na Escandinávia, em 2008. Em 2010, lançou uma demo de três faixas seguido de um vinil, intitulado “Elizabeth”. Mais tarde saiu o seu álbum de estreia, chamado “Opus Eponymous”. O disco foi amplamente elogiado e aumentou significativamente a popularidade da banda, que se tornou famosa pela sua indumentária em cima do palco e pelos segredos que cercam todos os seus integrantes, que não têm os seus nomes verdadeiros revelados em lugar algum.

O segundo registro do Ghost, intitulado “Infestissumam”, saiu em 2013. Promovido novamente por um comercial veiculado na TV, dessa vez no canal Fox News, o disco causou uma certa tensão entre a banda e a Igreja Católica. O álbum, que colocou o nome do Ghost em destaque no mundo todo, foi certificado com Ouro na Suécia e foi um dos pilares do show que o grupo fez no festival Rock in Rio, no mesmo ano. “Melioria” chegou às lojas e aos serviços de streaming em agosto de 2015.

ROB ZOMBIE & GHOST

Onde:
Quando:
10 de maio, quarta-feira, a partir das 19h30
Cronograma:
Abertura da casa – 19h
Show de abertura – 19h30
Ghost – 21h
Rob Zombie – 22h15
Classificação:
16 anos

Ingressos:

Pista:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 140
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 120
Inteira: R$ 240

Pista Premium:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 200
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 180
Inteira: R$ 360

Mezanino:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 180
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 160
Inteira: R$ 320

* Os alimentos deverão ser entregues no Pepsi on Stage, no momento da entrada ao evento.

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

Pontos de venda:


Realização: Move Concerts

Informações:



Continue Lendo...

SLAYER & RED FANG: em maio no Pepsi on Stage em POA

Os ingressos do show do Slayer e do Red Fang, dia 11 de maio no Pepsi on Stage, começarão a ser vendidos amanhã, a partir das 10h, exclusivamente pelo site www.livepass.com.br


Crédito: Martin Hausler

 Já confirmado na segunda edição do Maximus Festival, em São Paulo, um dos maiores nomes do metal aproveitará a sua passagem pelo nosso país para se apresentar também em uma outra capital brasileira, muito conhecida pela sua relevância dentro do rock pesado. No dia 11 de maio, o Slayer, uma dos quatro pilares do thrash metal mundial, irá subir ao palco do Pepsi on Stage para divulgar o seu mais recente trabalho de estúdio, chamado “Repentless” e que muito sucesso está fazendo desde que chegou às lojas e aos serviços de streaming, no final de 2015. O álbum, primeiro gravado após a morte do guitarrista Jeff Hanneman, também marca o retorno do baterista Paul Bostaph ao grupo e salienta algumas das composições novas, rápidas e agressivas da banda, como “Repentless” e “When the Stillness Comes”. Além dessas, os grandes hinos de “Reign in Blood”, “Seasons in the Abyss” e “God Hates Us All” também marcarão presença no repertório do show, mostrando que o legado deixado pelo Slayer é incomparável e imensurável. A abertura ficará por conta do grupo norte-americano Red Fang, uma das grandes sensações da nova geração do stoner rock e que recentemente lançou o álbum “Only Ghosts”.

Slayer, os titãs do thrash metal, está de volta com “Repentless”, o seu 12º álbum de estúdio. Produzido por Terry Date, o disco foi escrito e gravado pelo guitarrista Kerry King e pelo vocalista e baixista Tom Araya, no Henson Studios, em Los Angeles, juntamente com o baterista Paul Bostaph e com o guitarrista recém-chegado Gary Holt, do Exodus. “Repentless” é esmagador e brutal, recusando firmemente a atender ao mainstream. Ele foi também o registro mais desafiador que o Slayer já teve que fazer, após a morte do co-fundador do grupo, o guitarrista Jeff Hanneman.

Com mais de 30 anos de carreira, o Slayer continua sendo a banda preeminente do gênero que ajudou a estabelecer, com cinco indicações ao Grammy no currículo até agora. “Repentless” marca o retorno do baterista Paul Bostaph e uma série de transições para a banda, que emerge triunfante no seu novo disco, como defende Araya. “Depois de três décadas, a coisa que Kerry e eu compartilhamos é a nossa dedicação à banda – e Jeff está incluído nisso. É um vínculo comum que compartilhamos com muitos músicos lá fora”.

“Repentless” é repleto de músicas sensacionais, das explosões metálicas hiper-agressivas da faixa-título, “Take Control” e “Atrocity Vendor” para o feroz thrash de “Vices”, “When the Stillness Comes” e “Pride in Prejudice”. Para Bostaph, as músicas são incríveis. Já para King, o sentimento é mútuo. “Musicalmente, para mim, certamente não é um ‘eu te avisei’, porque Jeff não faz parte dele, mas eu sei que muitas pessoas pensaram que Slayer não seria funcional com o Jeff não estando conosco. Mas nós fizemos isso e parece o Slayer, ponto final”. O lugar de Slayer na história é seguro como um dos Big Four, ao lado de Metallica, Megadeth e Anthrax.


Crédito: Divulgação

Desde a sua criação, em 2005, a banda Red Fang, de Portland, se esforçou para escrever uma música pesada e cativante. Fundada por David Sullivan, Maurice Bryan Giles, Aaron Beam e John Sherman, o grupo contou com um som distinto e completamente formado desde o início: uma mistura de composições de rock convincentes e com a euforia do metal. O ataque vocal de duas pontas da banda e o talento para encontrar os ganchos mais nítidos garantiram que o mundo da música os entendesse imediatamente.

Após o lançamento de sua estreia autointitulada, em 2009, o Red Fang assinou um contrato com a gravadora Relapse Records para o lançamento do seu segundo álbum de estúdio, “Murder the Mountains”, que atingiu o 25º lugar na lista dos Heatseekers, nos Estados Unidos. A banda promoveu o trabalho com uma série de datas em todo o mundo e, dois anos depois, lançou “Whales and Leeches”, que colocou o grupo nas paradas da Billboard pela primeira vez. Além disso, o Red Fang ganhou renome por seus vídeos musicais cômicos e inovadores dirigidos por Whitey MConnaughy, muitos dos quais se tornaram hits virais. No total, os clipes da banda já contam com mais de 10 milhões de visualizações.

Agora, depois de três anos de turnê pelo mundo, a banda está pronta para voltar aos palcos com seu último e maior álbum, “Only Ghosts”, de 2016. Produzido pelo lendário Ross Robinson (Slipknot e Sepultura), o disco é composto por dez novas faixas com a assinatura da banda e muito hard rock. O Red Fang prova mais uma vez que domina o rock pesado sem se levar muito a sério. “Only Ghosts” é um álbum de incrível magnitude, que exige ser tocado no volume máximo.

SLAYER & RED FANG

Onde:
Quando:
11 de maio, quinta-feira, a partir das 19h30
Cronograma:
Abertura da casa – 19h
Show de abertura – 19h30
Red Fang – 21h
Slayer – 22h15
Classificação:
16 anos

Ingressos:

Pista:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 140
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 120
Inteira: R$ 240

Pista Premium:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 200
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 180
Inteira: R$ 360

Mezanino:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 180
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 160
Inteira: R$ 320

* Os alimentos deverão ser entregues no Pepsi on Stage, no momento da entrada ao evento.

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

Pontos de venda:


Realização: Move Concerts

Informações:



Continue Lendo...

The Maine: em julho no Teatro da AMRIGS em POA


O The Maine retorna a Porto Alegre em 2017 para reencontrar seus fãs, conhecidos pela devoção à banda. O quinteto dos EUA mostra seu rock alternativo de apelo pop no Teatro da AMRIGS (Av. Ipiranga, 5311), em 18 de julho. A gira brasileira é para divulgar o novo álbum, "Lovely Little Lonely", com lançamento previsto para abril.

Serviço:
Local: Teatro da AMRIGS – Av. Ipiranga, 5311 - Poa
Data: 18 de julho (terça-feira)
Horário: 20h
18h30 (abertura da casa)
Ingressos
Plateia – R$ 130,00 (valor único, válido como promocional e meia-entrada)
Promocional – ingressos por promoção, limitados, válidos para qualquer pessoa, mediante apresentação de 1kg de alimento não-perecível (entregue somente na entrada do show).
Meia-Entrada – válidos para estudantes, idosos e portadores de necessidades especiais.
Documentos de comprovação serão exigidos na entrada do show.
Classificação etária:
14 anos

Pontos de venda:
Online
www.ticketbrasil.com.br (em até 12x no cartão)
Lojas

Sem taxa de conveniência:
Mil Sons – Av. Alberto Bins, 366. Fone: (51) 3228-6619.

Com taxa de conveniência:
Sunset – Shopping Bourbon Country (Av. Túlio De Rose, 80), loja 140 - Passo D'areia.

Sul Surf Skate – Shopping Total (Av. Cristóvão Colombo, 545), loja 2009 - Floresta.

Aplace Artigos De Rock – Centro Shopping (Rua Voluntários Da Pátria, 294), loja 154c - Centro.

Zeppelin Rock Wear – Galeria Luza (Mal. Floriano Peixoto, 185), loja 209 - Centro.

*A organização do evento não se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais.

*Será expressamente proibida a entrada de câmeras fotográficas profissionais, semiprofissionais ou com lentes especiais, bem como filmadoras de qualquer tipo.

Informações
(51) 3026-3602
abstratti@abstratti.com.br
www.abstratti.com.br
www.facebook.com/abstratti
www.youtube.com/abstratti


O The Maine é uma banda de pop rock formada em 2007, na cidade americana de Tempe, no estado do Arizona. O conjunto foi criado inicialmente por Pat Kirch, Garrett Nickelsen, John O'Callaghan, Ryan Osterman e Alex Ross quando eles ainda estavam cursando o ensino médio. O nome surgiu a partir de uma música chamada 'Coast of Maine', da banda Ivory.

O projeto começou somente com Pat e Garrett, mas logo Tim (irmão de Pat e empresário da banda) viu John cantando e achou interessante mostrar o amigo para o irmão e seus colegas. John não botava muita fé em sua voz, mas o público e os companheiros sim.

Durante a primavera de 2007, Kennedy Brock, que era vocalista em uma banda chamada Last Call for Camden, entrou para o The Maine como guitarrista e backing vocal. No mesmo ano, Ryan Osterman e Alex Ross saíram. Logo, o músico Jared Monaco também entrou como guitarrista.
Depois de um primeiro EP lançado com sucesso, não demorou muito para que o grupo começasse a trabalhar firme em seu primeiro álbum completo. Para compor a obra, eles entraram em estúdio com os produtores premiados Matt Squire (Panic! at the Disco, All Time Low, The Cab) e Chris Lord Alge (Green Day, My Chemical Romance). Com o primeiro disco na rua, fizeram turnês ao lado de bandas famosas, como Good Charlotte e Boys Like Girls. O álbum Can't Stop, Won't Stop atingiu a posição 40 nas listas da Billboard e chamou a atenção de uma gravadora ainda maior, a Warner Music, que assinou contrato com o grupo. Em 2010, veio o segundo trabalho de estúdio,  Black & White.

Em 2011, a banda lançou Pioneer, que logo atingiu o 11º lugar entre os discos mais vendidos do iTunes, ficando à frente de artistas como Coldplay e Justin Bieber.

Em Julho de 2012, a banda voltou ao Brasil para não só realizar outra turnê como também para gravar o primeiro DVD da carreira, Anthem For A Dying Breed. A discografia da banda ainda inclui os discos Forever Halloween (2013) e American Candy (2015), além de um trabalho acústico e vários EP’s.

"Lovely Little Lonely" é o nome do álbum que o quinteto vem divulgar no Brasil. O lançamento deve ocorrer em abril.

Enviado por Homero Pivotto Jr.
Assessor de Imprensa
Abstratti Produtora 

Continue Lendo...

Midnight Oil : em abril com sua formação original no Pepsi On Stage

A venda dos ingressos do Midnight Oil começou hoje, exclusivamente pela Internet, através da página www.livepass.com.br

Crédito: Oliver Eclipse

Das praias do norte de Sydney para as ruas de Manhattan, o Midnight Oil se tornou uma referência do cenário rock’n’roll, muito por causa do seu posicionamento político, influenciando uma porção de fãs ao redor do mundo. O grupo, que encerrou as suas atividades no final de 2002, recentemente anunciou que voltará ao palcos com a The Great Circle 2017 World Tour, que vai chegar ao Pepsi on Stage, no dia 25 de abril, reunindo a formação clássica da banda. Em Porto Alegre, o quinteto australiano irá relembrar as grandes composições dos seus principais discos, lançados entre os anos 80 e 90, que juntos venderam mais de 10 milhões de cópias. Com letras que muito retratam os problemas da humanidade e do nosso próprio planeta, o Midnight Oil não deixará de fora do seu repertório os hits que ficaram marcados pelo seu engajamento social, como “Beds are Burning”,  “Blue Sky Mine”, “Forgotten Years” e “The Dead Heart”, entre outros mais. A The Great Circle 2017 World Tour também será marcada pelo lançamento de um conjunto de CD’s remasterizados, num box set que ainda vai incluir um álbum e um DVD com mais de dez horas de material inédito e raro. Imperdível!

MIDNIGHT OIL           

Entre os anos 80 e a primeira década do novo século, o Midnight Oil saiu da Austrália para ganhar o mundo, se transformando em uma das referências do rock’n’roll mundial, não só pela qualidade de seu som, mas também pela força de suas ideias. Suas fortes convicções políticas, sua defesa das principais causas ambientais e dos direitos do povo aborígene transformaram seus hits em hinos, seus shows em eventos que ressuscitaram a mítica do espírito contestador e inconformista do gênero.

Fundada em 1972, a banda lançou 13 álbuns entre 1978 e 2002, esteve no topo das paradas em todo o mundo, fez turnês por todos os continentes e viveu momentos memoráveis, como quando se apresentou para um público estimado em mais de um bilhão de pessoas no encerramento das Olimpíadas de Sydney, em 2000. Após a turnê de lançamento do último álbum e a saída do vocalista Peter Garrett, que deixou a banda para seguir uma carreira política em tempo integral, o Midnight Oil decidiu encerrar suas atividades.

Porém, em uma coletiva de imprensa realizada no porto de Sydney, no dia 17 de fevereiro de 2017, a banda anunciou uma nova turnê mundial, chamada The Great Circle 2017 World Tour, que começará com um show em um pub na sua cidade natal e, em seguida, passará pelo Brasil, América do Norte, Europa e Nova Zelândia, antes de retornar à Austrália para um encerramento culminante. Será a primeira vez que o grupo irá se apresentar em mais de 15 anos, com a sua formação original: Peter Garrett (vocal), Jim Moginie (guitarra), Martin Rotsey (guitarra), Bones Hillman (baixo) e Rob Hirst (bateria).

Além dessa nova turnê, a banda também anunciou na coletiva que relançará toda a sua obra num box set especial, que incluirá um CD e um DVD de material inédito e raro. A passagem do Midnight Oil pelo Brasil vai começar no dia 25 de abril, em Porto Alegre, e passará ainda pelas cidades de Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.
           
MIDNIGHT OIL

Onde:
Quando:
25 de abril, terça-feira, a partir das 21h30
Abertura da casa:
19h
Classificação:
16 anos

Ingressos:

Pista:

Lote 1:
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 140
Inteira: R$ 280

Pista Premium:

Lote 1:
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 230
Inteira: R$ 460

Mezanino:

Lote 1:
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 200
Inteira: R$ 400

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

Pontos de venda:


Realização: Move Concerts

Informações:



Continue Lendo...

Bryan Adams: show é cancelado em Porto Alegre




A T4F informou por meio de nota que o show de Bryan Adams, que seria realizado no dia 25 de abril, no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, foi cancelado por problemas de logística

As datas das outras cidades permanecem sem nenhuma mudança.

Para quem já havia adquirido os ingressos, será necessário entrar em contato com os canais de venda para solicitação de reembolso.

1) Compras efetuadas nos canais de vendas oficiais:
Os clientes deverão solicitar o estorno dos valores até o dia 25/04/2017, no mesmo local da compra, portando documento de identidade do comprador e ingressos adquiridos.

2) Compras efetuadas pelo site ou call center da Ingresso Rápido:
Serão automaticamente canceladas e será solicitado o estorno do valor de ingressos e taxa de conveniência.
- Cartão de débito: 20 dias úteis para reembolso;
- Cartões de crédito: o estorno acontecerá na próxima fatura ou na fatura subsequente;
- Em dinheiro: a devolução acontecerá igualmente, em dinheiro.

Para mais esclarecimentos: sac@ingressorapido.com.br ou telefone 11- 4003-2051.



Continue Lendo...

Opus anuncia ampliação no mercado do entretenimento e divulga reformulações organizacionais



Em busca de ampliação no mercado da cultura e do entretenimento, a Opus investe na renovação de sua gestão em 2017 e inicia mais uma etapa marcante em sua trajetória. A empresa, que completa mais de quatro décadas este ano, apresenta reformulação administrativa e organizacional. Ainda mais conectada e colaborativa, a produtora de conteúdo, eventos e administradora de teatros pelo Brasil, anuncia novos projetos e amplia ainda mais sua atuação no mercado nacional.

Gestão, Conteúdo, Produto e Mercado, Pessoas, A&B e Merchandising: esses são os cinco novos pilares norteadores da gestão atual. Os diretores que lideram as áreas são:  Douglas Busatto, Rafael Guerra e Noemia Matsumoto, Pedro Valério, Bianca Messaggi e Edgar Rüther, respectivamente.

Com foco em uma nova fatia de mercado, a Opus também inova em um espaço propício para a conexão cultural e a experimentação criativa, visando o desenvolvimento de crianças e jovens mais colaborativos, empáticos e críticos: o OpusLab. Para atrair novos negócios, a empresa reforça sua atuação em produção de conteúdo, disponibilização de estrutura e locação dos teatros, ações comerciais, serviço de venda de ingressos, som e luz, produção de espetáculos, eventos e consultoria.

Sob a gestão de Carlos Konrath e Jonathas Zaffari, Presidente e Vice-Presidente da Opus, as áreas de atuação da empresa ganharão um olhar mais estratégico, voltado a novas oportunidades de negócio. “Precisamos ajustar o passo e acompanhar o ritmo das mudanças. Trabalhamos com um time de profissionais conectados e inovadores e é essa marca que queremos imprimir em nossa gestão. Ao longo dos próximos anos, a empresa passará por uma transição de gerações e nosso legado de 40 anos é essencial para a construção do futuro que almejamos”, ressalta Konrath. 

O vice-presidente, Jonathas Zaffari, também disse acreditar que com as transformações da sociedade e do mercado é preciso oxigenar ideias e reformular o mindset dos negócios. “Trata-se de propósito, colaboração, engajamento e experimentação. A ideia é começar a traçar os próximos 40 anos da Opus e, para isso, mudanças se fazem necessárias”.

A Opus acredita no poder transformador da tríade cultura, conteúdo e experiência e já trouxe para Porto Alegre nomes como Genesis, Joe Cocker, Ray Charles, Astor Piazzola, Mercedes Sosa, Mikhail Baryshnikov, Elis Regina, Sammy Davis Jr, Deep Purple, Oasis, Shakira e Elton John. Atualmente, também é responsável pelas casas de espetáculos Teatro do Bourbon Country (RS), Teatro Feevale (RS), Auditório Araújo Vianna (RS), Teatro Bradesco (SP), Teatro Bradesco Rio (RJ), Teatro RioMar Recife (PE), Teatro RioMar Fortaleza (CE) e Teatro Riachuelo (RN),  e irá inaugurar esse ano uma nova operação no Shopping VillaLobos (SP).


Continue Lendo...

NIVEA VIVA: celebra a obra de Jorge Ben Jor em show que reúne Skank, Céu e o próprio Jorge

logo

Sexta edição do projeto percorre o país com apresentações ao ar livre e entrada franca. Turnê começa com espetáculo em Porto Alegre dia 2 de abril, às 16h30, no Anfiteatro Pôr do Sol

niveavivajorgebenjor
Crédito: Leo Aversa


Em 2017, a NIVEA reverencia Jorge Ben Jor, o rei do suingue e da simpatia, adicionando um balanço irresistível à série que celebra anualmente os principais ícones da música brasileira.  Ele é o astro-mor da sexta edição do projeto NIVEA VIVA, revisto ao lado de brilhantes interpretes de uma outra geração: Skank e Céu.

“A Plataforma NIVEA VIVA é genuína em sua proposta ao levar ao público, de forma democrática, grandes homenagens à música brasileira e seus interpretes em shows gratuitos”, afirma Tatiana Ponce, vice-presidente de Inovação para Américas e diretora de Marketing da NIVEA Brasil. “Este ano, vamos comemorar a alegria contagiante do povo brasileiro, celebrando Jorge Ben Jor, um cantor e compositor atemporal, cuja obra transita facilmente entre várias gerações”, completa ela.

Conduzidos por Monique Gardenberg e Dadi Carvalho, que assinam, respectivamente, a direção geral e a direção musical do espetáculo, a cantora paulistana e o grupo mineiro vão dar novos significados para a obra - iniciada nos anos 60 e incrivelmente atual até hoje - de um artista sem similares na música brasileira e mundial. “Jorge é um inventor, ele sublinhou a África, trouxe o blues/rock para a bossa nova e criou o samba-rock. Jorge é um acontecimento na música popular brasileira e vamos festejar essa força criativa que influenciou tantas gerações”, explica Monique.

Um espetáculo em construção

“Após uma avant-première no Rio de Janeiro (Vivo Rio), no dia 14 de março, o NIVEA VIVA vai passar por espaços abertos em Porto Alegre (02/04), Rio (09/04) Fortaleza (07/05), Recife (21/05), Brasília (11/06) e, finalmente, São Paulo (dia 25/06) ”, explica Tatiana. "Montamos um pré-roteiro com 30 músicas e agora começarão os ensaios. Por ser um show que vai acontecer ao ar livre, com a luz do dia, vamos usar telões de LED para criar os climas e os vídeos de cada canção. Jorge é ligado em cinema, o que gera em mim uma inspiração especial para vestir seu repertório", conta Monique.


Salve, Jorge!

Jorge Ben Jor desenvolveu o que já prometia, ambiciosamente, no título de seu álbum de estreia, “Samba esquema novo”, lançado em dezembro de 1963. Ao longo de uma rica carreira, repleta de canções que já fazem parte do imaginário popular – como “Chove chuva”, “Mas que nada”, “Cadê Tereza”, “Fio maravilha”, “Taj Mahal”, “Xica da Silva” e “W/Brasil (Chama o síndico)” –, ele criou um estilo único, com um linguajar característico, resultado de uma profunda vivência das ruas. Gerou também um groove mágico, feito de uma alquimia entre samba, soul, funk, rock, jazz e diversas matrizes africanas presentes no seu propalado país tropical. Álbuns como os cultuados “Ben” (1972), “A tábua de esmeralda” (1974), “Solta o Pavão” (1975) e “África Brasil” (1976) ajudaram a definir a MPB e, por isso mesmo, têm lugar cativo nas listas dos trabalhos mais influentes da sua história.

Skank

Mineiro que nunca trabalhou em silêncio, o grupo Skank começou em 1992, em formato independente, e cresceu vertiginosamente a ponto de virar um gigante da MPB. No percurso, bateu bola com o reggae, com o rock e com o Clube da Esquina, vendeu milhões de discos, acumulou inúmeros hits e refinou o conceito de música pop no Brasil. E em nenhum momento dessas mais de duas décadas de carreira, camuflou o impacto que a música de Jorge Ben Jor teve em sua trajetória, seja em regravações como “Cadê o penalty” (do seu homônimo álbum de estreia) ou em várias apresentações juntos.

“Quando surgiu o convite para esse projeto, ele nos pareceu muito familiar, pareceu muito próximo do universo do Skank”, conta Samuel Rosa, cantor, guitarrista e compositor do grupo.  “Vai ser um encontro incrível, já que tanto o Skank como a Céu, apesar de trajetórias distintas, possuem uma interseção comum com a obra do Jorge Ben Jor.  Desde o começo da nossa carreira e até hoje, trazemos essa influência.  E o Jorge foi uma espécie de padrinho da banda, sempre teve uma gentileza enorme com a gente, mesmo quando éramos novatos na cena. Vai ser uma realização estar no palco ao lado da Céu e do nosso professor”, afirma ele.

Céu

Uma preciosa adição ao seleto “hall of fame” das cantoras da MPB, Céu debutou em 2005 com um álbum homônimo, sucesso retumbante no Brasil e no exterior, que lhe rendeu uma indicação ao Grammy Latino na categoria artista revelação e superou a marca de 500 mil discos vendidos. A consagração definitiva veio no trabalho seguinte, o hipnótico “Vagarosa”, lançado em 2009, novamente aclamado pela crítica, emplacando o segundo lugar na parada de World Music da Billboard. A partir dele, e nos álbuns de estúdio seguintes, “Caravana sereia Bloom” (2012) e “Tropix” (2016), Céu firmou uma sonoridade bastante particular, sintetizando elementos de rock, hip-hop, reggae e afro, com apresentações nos maiores festivais do mundo, como o Montreal Jazz Festival, Coachella, Roskilde e Rock in Rio.

“Estou muito feliz em participar desse projeto lindo. Jorge representa com muita legitimidade a riqueza da nossa música. Na minha opinião, é quem melhor sintetiza nossa pluralidade cultural. Sua obra é uma escola inteira. Amo seus discos”, diz a cantora e compositora, que em 2016 recebeu diversos prêmios, incluindo dois Grammy Latino e um como “artista do ano” na Associação Paulista de Críticos de Arte.

Dadi Carvalho

“Resolvi ser músico depois de ouvir ‘Samba esquema novo’”, conta Dadi, que acompanhou Jorge Ben Jor nos anos 70, participando, inclusive, das gravações de “África Brasil”. “Está sendo maravilhoso participar desse projeto, já que estou revisitando todas as suas músicas e tendo lembranças muito boas do tempo em que passamos juntos”, afirma o experiente músico, integrante da primeira formação dos Novos Baianos e fundador da Cor do Som, com uma trajetória que inclui trabalhos com Marisa Monte, Caetano Veloso, Barão Vermelho, Rita Lee e Moraes Moreira, entre outros. 

Sobre o NIVEA VIVA

Em sua primeira edição, realizada em 2012, o projeto NIVEA VIVA reverenciou a inesquecível Elis Regina (1945–1982) na voz de sua filha Maria Rita. No ano seguinte, foi a vez de saudar a bossa sempre nova de Antonio Carlos Jobim (1927–1994) através do canto moderno de Vanessa da Mata. Já a terceira edição abriu, em 2014, as comemorações pelo centenário do samba, reunindo Alcione, Diogo Nogueira, Martinho da Vila e Roberta Sá. A quarta edição veio em 2015, com um passeio pelo universo do soul e do funk nacional com a homenagem ao mitológico Tim Maia (1942–1998) prestada por Criolo e Ivete Sangalo. Ao lembrar o rock brasileiro em sua quinta edição, em 2016, com um espetáculo reunindo Nando Reis, Os Paralamas do Sucesso, Paula Toller, Pitty e Marjorie Estiano, a NIVEA reafirmou o compromisso de revitalizar o rico legado da música produzida no Brasil.

“No sexto ano do projeto, convidamos marcas parceiras como a Azul Linhas Aéreas Brasileiras, transportadora oficial pelo segundo ano consecutivo e a Lindoya Verão, que fará distribuição de água para o público em todos os shows”, explica Tatiana Ponce. “Estamos muito contentes em mais uma vez apoiar esta iniciativa, que vai juntar a música brasileira e a companhia aérea que mais tem destinos neste país tropical.  Temos muito orgulho, junto com a NIVEA, em contribuir para a cultura nacional valorizando os artistas locais, apostando em levar a boa música de graça para diversas cidades, atingindo milhões de pessoas”, comenta Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação da Azul.

Além das parcerias, a NIVEA também apresenta ações diferentes para envolver ainda mais as pessoas que vão aos shows. É a ação Sua Banda no NIVEA VIVA, com a participação dos fãs de cada capital, a NIVEA vai promover o talento de três bandas locais. A banda escolhida pela internet será revelada com um vídeo exclusivo exibido no telão do projeto NIVEA VIVA Jorge Ben Jor, pouco antes da festa começar. Portanto, fãs de Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Brasília e São Paulo, fiquem de olho nas redes sociais da NIVEA e escolham a sua banda preferida para aparecer no telão! 

Para mais informações acesse: www.NIVEAVIVAJORGEBENJOR.com.br




Continue Lendo...

Belphegor: inicia turnê pela América Latina com setlist bombástico

Banda austríaca retorna ao Brasil para quatro shows – foto: divulgação

A banda austríaca Belphegor, um dos principais representantes do metal extremo mundial, recentemente iniciou nova longa turnê pela América Latina com bombásticas apresentações no México (17/02 – Circo Volador) e Guatemala (18/02 – Salon Agayc – Venustiano Carranza).

O grupo também levará especialmente a polêmica turnê promocional do bem-sucedido álbum “Conjuring the Dead” para El Salvador, Colômbia, Peru, Bolívia, Chile, Argentina e Brasil.

Até o momento, Helmuth (vocal/guitarra), Serpenth (baixo/vocal) e Bloodhammer (bateria) executaram o seguinte repertório:


 
Com realização da Dark Dimensions, a caótica exibição do power trio ainda vai devastar os seguintes países:
19/02 – Buhos – San Salvador, El Salvador
21/02 – Auditorio Lumiere – Bogotá, Colômbia
23/02 – C. C. Festiva – Lima, Peru
24/02 – Ex-Carnivale – Cochabamba, Bolívia
26/02 – Teatro Mundo Magico – Santiago, Chile
27/02 – The Roxy Live – Buenos Aires, Argentina
28/02 – Manifesto Bar – São Paulo, Brasil
03/03 – Clube Aprigio – Campo do Meio, Brasil
04/03 – Burburinho Bar – Recife, Brasil
05/03 – Teatro Boca Rica – Fortaleza, Brasil


Os ingressos para a apresentação em São Paulo continuam à venda pelo site do Clube do Ingresso e diversos pontos autorizados. As entradas para os shows em Recife e Fortaleza estão disponíveis pelo site da Sympla. Mais informações no serviço abaixo.

Após sofrer com a face intolerante do fanatismo religioso da Igreja Ortodoxa, a censura e cancelamento de shows na Rússia, o Belphegor não enfraqueceu, ganhou mais força para seguir em frente, além de inspiração para um novo trabalho que já está sendo gravado.

Segundo a gravadora Nuclear Blast, o majestoso “Conjuring the Dead” representa o melhor resultado do Belphegor em 21 anos de carreira. Este trabalho entrou nos charts da Alemanha (60º), Áustria (33º) e França (177º), além de alcançar boas posições também nos EUA (13º no Heatseekers e 52º no Hard Music) e no Canadá (58º).

Confira o videoclipe da faixa-título “Conjuring the Dead” em https://www.youtube.com/watch?v=x09sTIjual8.

Assista ao video de “Black Winged Torment” em https://www.youtube.com/watch?v=sKlO6xX_Ypw.



Links relacionados:
https://www.facebook.com/belphegor
https://www.facebook.com/darkdimensionsbrasil
https://www.facebook.com/UltimateMusicPR

Serviço São Paulo
Dark Dimensions orgulhosamente reapresenta Belphegor no Brasil

Data: terça-feira, 28 de fevereiro de 2017
Local: Manifesto Bar
End: Rua Iguatemi, 36 – Itaim Bibi
Hora: 18h (open doors)
Imprensa: press@theultimatemusic.com | 11 964.197.206
Evento Fb: https://www.facebook.com/events/588365078018773
Classificação etária: 18 anos. Maiores de 16 anos somente acompanhados do pai ou responsável. É obrigatório apresentação do documento de identidade.
Duração: Aproximadamente 90 minutos
Estacionamento: nas imediações (sem convênio)
Estrutura: acesso para deficientes, área para fumantes e enfermaria

SETOR / PREÇOS 
PISTA: R$ 80,00 (1º lote – promocional*) | R$ 100,00 (1º lote – meia/estudante*)
*doe um kilo de alimento na entrada da casa no dia do evento e pague meia-entrada).

Pontos de venda (sem taxa de serviço – pagamento apenas em dinheiro): Carioca Club

COMPRA PELA INTERNET – http://www.clubedoingresso.com/belphegor
*Consulte o ponto de venda mais próximo em http://www.clubedoingresso.com.
**Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
***A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
****É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais
.

Serviço Recifehttps://www.facebook.com/events/250227555410670
Serviço Fortalezahttps://www.facebook.com/events/646934042152092


Enviado por The Ultimate Music Press.
Continue Lendo...