Titãs: no Teatro em POA, numa das suas melhores performances

Publicado em: sábado, 29 de julho de 2017

Os Titãs apresentaram na capital gaúcha nesta sexta-feira, dia 28 de julho, seu mais novo show: "Titãs, uma Noite no Teatro".

Não parece que já se passaram 35 anos. E a banda na estrada. E a banda produzindo.
Nesse momento penso que os Titãs estão mais para camaleões da música.
Uma das bandas mais representativas do rock nacional,  uma verdadeira instituição do rock nacional.

Dos oito, retifico, dos nove membros originais da banda restam três - Branco Mello (Voz e baixo), Sergio Britto (Voz, Teclado e Baixo) e Tony Bellotto (Guitarra), membros remanescentes que se uniram a Mario Fabre (Bateria), que já está na banda há sete anos, e Beto Lee (Voz e Guitarra ) que se juntou ao grupo em 2016.



E essa nova formação presenteou o público, que lotou as dependências do Teatro do Bourbon Country, com um show que valorizou o intimismo, a proximidade que somente os teatros e casas de shows pequenas proporcionam. Um show diferente. O show não foi um acústico, como alguns podem ter pensado. Teve momentos mais acústicos, outros não tanto. Deixando bem claro que não considero, de jeito nenhum, esse fato, pejorativo. Parecia em alguns momentos que a banda estava brincando... Experimentando. E, principalmente curtindo muito o que estavam fazendo. Talvez esteja aí um dos segredos da longevidade dos Titãs.

O Rock N' Roll correu solto, como se diz no popular. Mas o que poderíamos esperar de um show dos Titãs, não é mesmo?

Quem compareceu à casa de eventos na noite de ontem, ouso dizer, assistiu um dos melhores shows nacionais, que passaram por aqui, nos últimos tempos. A acústica mais que perfeita do Teatro contribui também com a performance sublime.


A banda apresentou um setlist repleto de hits que passou por todas as suas fases. Teve momentos intimistas nos quais os músicos se apresentaram individualmente, outros em trio, outros a banda toda. Inclusive com alguns hits da banda há tempos fora de seu setlist como "Isso", "Enquanto Houver Sol", "Toda Cor". Também os porto-alegrenses foram honrados com a apresentação de três músicas inéditas, abre aspas, lindíssimas, nas quais o grupo vem trabalhando desde o último ano -“12 Flores Amarelas”, “Me Estuprem” e “A Festa”-  que fazem parte de um novo projeto da banda, uma ópera-rock, cujo lançamento está previsto para 2018. Veja setlist completo a seguir.

Totalizando mais de duas horas de apresentação. Houveram dois bis. A banda dava a impressão que não queria sair do palco. A gauchada agradeceu.
Vida Longa aos Titãs!
Voltem sempre, Titãs!



Setlist:
Comida
Aluga-se (Raul Seixas)
A Melhor Banda de Todos Os Tempos da Última Semana
O Pulso
Família
Diversão
Aa Uu
32 Dentes
Sonífera Ilha
Cabeça Dinossauro
Isso
Toda Cor / Lugar do Caralho (um trecho executado em homenagem ao Júpiter Apple)
Enquanto Houver Sol
Solo Bateria
Por Que eu Sei que é Amor
Televisão
12 Flores Amarelas
Me Estrupem
A Festa
Pro Dia Nascer Feliz ( Barão Vermelho)
Pra Dizer Adeus
Epitáfio
Go Back
Marvin
Lugar Nenhum
Homem Primata
Policia
Bichos Escrotos
É Preciso Saber Viver

Agradecimentos à Opus Promoções e Agência Cigana.

Fotos: Sônia Butelli

Veja mais fotos AQUI.








Leia matéria no Whiplash.Net

0 comentários:

Postar um comentário