SLAYER & RED FANG: em maio no Pepsi on Stage em POA

Publicado em: quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017
Os ingressos do show do Slayer e do Red Fang, dia 11 de maio no Pepsi on Stage, começarão a ser vendidos amanhã, a partir das 10h, exclusivamente pelo site www.livepass.com.br


Crédito: Martin Hausler

 Já confirmado na segunda edição do Maximus Festival, em São Paulo, um dos maiores nomes do metal aproveitará a sua passagem pelo nosso país para se apresentar também em uma outra capital brasileira, muito conhecida pela sua relevância dentro do rock pesado. No dia 11 de maio, o Slayer, uma dos quatro pilares do thrash metal mundial, irá subir ao palco do Pepsi on Stage para divulgar o seu mais recente trabalho de estúdio, chamado “Repentless” e que muito sucesso está fazendo desde que chegou às lojas e aos serviços de streaming, no final de 2015. O álbum, primeiro gravado após a morte do guitarrista Jeff Hanneman, também marca o retorno do baterista Paul Bostaph ao grupo e salienta algumas das composições novas, rápidas e agressivas da banda, como “Repentless” e “When the Stillness Comes”. Além dessas, os grandes hinos de “Reign in Blood”, “Seasons in the Abyss” e “God Hates Us All” também marcarão presença no repertório do show, mostrando que o legado deixado pelo Slayer é incomparável e imensurável. A abertura ficará por conta do grupo norte-americano Red Fang, uma das grandes sensações da nova geração do stoner rock e que recentemente lançou o álbum “Only Ghosts”.

Slayer, os titãs do thrash metal, está de volta com “Repentless”, o seu 12º álbum de estúdio. Produzido por Terry Date, o disco foi escrito e gravado pelo guitarrista Kerry King e pelo vocalista e baixista Tom Araya, no Henson Studios, em Los Angeles, juntamente com o baterista Paul Bostaph e com o guitarrista recém-chegado Gary Holt, do Exodus. “Repentless” é esmagador e brutal, recusando firmemente a atender ao mainstream. Ele foi também o registro mais desafiador que o Slayer já teve que fazer, após a morte do co-fundador do grupo, o guitarrista Jeff Hanneman.

Com mais de 30 anos de carreira, o Slayer continua sendo a banda preeminente do gênero que ajudou a estabelecer, com cinco indicações ao Grammy no currículo até agora. “Repentless” marca o retorno do baterista Paul Bostaph e uma série de transições para a banda, que emerge triunfante no seu novo disco, como defende Araya. “Depois de três décadas, a coisa que Kerry e eu compartilhamos é a nossa dedicação à banda – e Jeff está incluído nisso. É um vínculo comum que compartilhamos com muitos músicos lá fora”.

“Repentless” é repleto de músicas sensacionais, das explosões metálicas hiper-agressivas da faixa-título, “Take Control” e “Atrocity Vendor” para o feroz thrash de “Vices”, “When the Stillness Comes” e “Pride in Prejudice”. Para Bostaph, as músicas são incríveis. Já para King, o sentimento é mútuo. “Musicalmente, para mim, certamente não é um ‘eu te avisei’, porque Jeff não faz parte dele, mas eu sei que muitas pessoas pensaram que Slayer não seria funcional com o Jeff não estando conosco. Mas nós fizemos isso e parece o Slayer, ponto final”. O lugar de Slayer na história é seguro como um dos Big Four, ao lado de Metallica, Megadeth e Anthrax.


Crédito: Divulgação

Desde a sua criação, em 2005, a banda Red Fang, de Portland, se esforçou para escrever uma música pesada e cativante. Fundada por David Sullivan, Maurice Bryan Giles, Aaron Beam e John Sherman, o grupo contou com um som distinto e completamente formado desde o início: uma mistura de composições de rock convincentes e com a euforia do metal. O ataque vocal de duas pontas da banda e o talento para encontrar os ganchos mais nítidos garantiram que o mundo da música os entendesse imediatamente.

Após o lançamento de sua estreia autointitulada, em 2009, o Red Fang assinou um contrato com a gravadora Relapse Records para o lançamento do seu segundo álbum de estúdio, “Murder the Mountains”, que atingiu o 25º lugar na lista dos Heatseekers, nos Estados Unidos. A banda promoveu o trabalho com uma série de datas em todo o mundo e, dois anos depois, lançou “Whales and Leeches”, que colocou o grupo nas paradas da Billboard pela primeira vez. Além disso, o Red Fang ganhou renome por seus vídeos musicais cômicos e inovadores dirigidos por Whitey MConnaughy, muitos dos quais se tornaram hits virais. No total, os clipes da banda já contam com mais de 10 milhões de visualizações.

Agora, depois de três anos de turnê pelo mundo, a banda está pronta para voltar aos palcos com seu último e maior álbum, “Only Ghosts”, de 2016. Produzido pelo lendário Ross Robinson (Slipknot e Sepultura), o disco é composto por dez novas faixas com a assinatura da banda e muito hard rock. O Red Fang prova mais uma vez que domina o rock pesado sem se levar muito a sério. “Only Ghosts” é um álbum de incrível magnitude, que exige ser tocado no volume máximo.

SLAYER & RED FANG

Onde:
Quando:
11 de maio, quinta-feira, a partir das 19h30
Cronograma:
Abertura da casa – 19h
Show de abertura – 19h30
Red Fang – 21h
Slayer – 22h15
Classificação:
16 anos

Ingressos:

Pista:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 140
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 120
Inteira: R$ 240

Pista Premium:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 200
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 180
Inteira: R$ 360

Mezanino:

Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 180
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 160
Inteira: R$ 320

* Os alimentos deverão ser entregues no Pepsi on Stage, no momento da entrada ao evento.

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

Pontos de venda:


Realização: Move Concerts

Informações:



0 comentários:

Postar um comentário