Tenente Cascavel, Identidade e Cartolas: foi um sucesso a primeira edição do "Marquise 51 Sessions" em POA

Publicado em: terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A primeira edição do "Marquise 51 Sessions" trouxe para o Opinião, na última quinta-feira, dia 19 de janeiro, três das mais importantes bandas de rock  do estado - Tenente Cascavel, Identidade e Cartolas. E juntos protagonizaram uma noite pra lá de especial, que com certeza, entrou para a história do rock gaúcho. E o público, que lotava o andar térreo da tradicional casa de shows, enlouqueceu dançando e entoando os clássicos álbuns apresentados.


A Tenente Cascavel, supergrupo formado em 2007 por ex-integrantes de duas das principais bandas da história do Rock gaúcho - TNT e Os Cascavelletes - fez as honras da casa. Márcio Petracco, Luis Henrique “Tchê” Gomes (guitarras e vocais), Paulo Arcari (bateria) e Luciano Albo (baixo) tocaram o álbum "TNT II" de 1988, segundo álbum lançado pelo TNT, ainda em LP.

1. Não Vai Mais Sorrir Pra Mim
2. Muito Cuidado
3. A Irmã Do Dr. Robert
4. Gata Maluca
5. Ela Me Deu O Bolo
6. Charles Master
7. Não Sei
8. Alasão
9. Baby, Eu Vou Morar N'otro Planeta
10. Veja Amor
11. Dentro Do Meu Carro
12. Tempo No Inferno


Com um breve intervalo, a segunda banda a subir ao palco foi a Identidade. Banda que já contabiliza mais de 18 anos de estrada, e é composta por Evandro Bitt (Voz), Lucas Hanke (Guitarra), Doce Solano (Guitarra), Hector Vinícius (Baixo) e Julio Sasquatt (Bateria). A banda tocou o seu álbum de estréia, o "Identidade Zero" de 2002 na íntegra.

1. Pra pegar você
2. Primavera Lisérgica (As aventuras de supernéctar)
3. Lia (Essa garota é louca)
4. Lado Alienado
5. Você Me Faz Perder a Cabeça
6. Roleta Russa
7. Noites de Inverno
8. Belos Retratos


Mais um breve intervalo e Dé Silveira (guitarra e voz), Christiano Todt (guitarra), Deluce (voz), Mariano Wortmann (baixo e voz) e Pedro Petracco (bateria e voz) começam a última performance da noite, infelizmente. E a Cartolas toca na íntegra o seu álbum debut, o "Original de Fábrica", de 2007.

1. Sujeito Boa Praça
2. Cara de Vilão
3. O Rabugento
4. O House do Melão
5. Garota
6. Original de Fábrica
7. Que Diabos Tu Tem Dentro da Cabeça?
8. As Mil Garupas
9. Acusações Baratas
10. Os Ratos
11. Se Puder

O show teve um clima tão legal, que até houve uma escapadinha do script e à pedidos rolou até um "Toca Raul". E o público presente assumiu os vocais em "Cowboy fora da lei".

Um fato que não pode ser deixado de ser citado foi a interação das bandas entre si, bacana mesmo de ver. A gauchada fez bonito.




Não se pode reclamar da quantidade e qualidade de bandas de rock que temos aqui no estado, fato. Depois de presenciar essa noite me pego pensando...

O Rock morreu, como alguns insistem em dizer?
Não, com certeza, não!!! E para quem ainda não conhece essas bandas, bairrismo à parte, conheça e veja por si mesmo.

Foi um show daqueles que quando termina, dá aquela baita vontade de gritar (num bom gauchês): Ah!! Eu sou gaúchooooooo!

Parabéns à Marquise 51 e a Todt Produções pela realização do evento.

Fotos: Sônia Butelli


O "Marquise 51 Sessions" terá uma periodicidade bimestral. 















0 comentários:

Postar um comentário