Mundo Livre S/A : na 2ª Maluca edição extra no Opinião em POA

Publicado em: sexta-feira, 15 de julho de 2016

Com bem mais de 20 anos na estrada, o Mundo Livre SA foi um dos criadores do movimento Mangue Bit, ao lado de Chico Science e Nação Zumbi, nos anos 90. O primeiro álbum, “Samba Esquema Noise” (1994), trazia as inventivas misturas do movimento iniciado em Pernambuco e duas marcas registradas do grupo; a influência de Jorge Ben e um vocalista, Fred Zeroquatro, que além de guitarra, tocava cavaquinho numa banda de rock.

Durante sua longa trajetória, houve mudanças de integrantes, mas o Mundo Livre manteve sempre sua essência, tanto no som como nas letras, em geral politizadas. Músicas como “Computadores Fazem Arte”, “Seu Suor é o Melhor de Você”, “Meu Esquema” e outras viraram clássicos da música independente brasileira.

Com 9 álbuns na carreira, eles acabam de lançar seu primeiro DVD, graças ao apoio dos fãs. ”Foi resultado de um enorme esforço coletivo, uma espécie de mutirão envolvendo gente de várias regiões” – disse o vocalista Fred Zeroquatro. “Tudo na base da colaboração com profissionais que além de muito talentosos, eram, sobretudo fãs da banda”-.

Gravado no Sesc Belenzinho, o CD e DVD “Mangue Bit ao Vivo” traz Fred Zeroquatro (vocal), Xef Tony (bateria), Walter Areia (baixo) em sua melhor forma e acompanhados por Leo D. (teclados e samples), Pedro Santana (percussão), Nilsinho Amarante (trompete) e Fabinho Costa (trombone). “A maior dor de cabeça foi resumir toda a discografia em 17 músicas” – comentou Zeroquatro. Entre o repertório variado estão grandes sucessos como “Meu Esquema”, “Mexe Mexe”, “O Seu Suor é o Melhor de Você”, “Computadores Fazem Arte”, todos em novos arranjos cheios de groove que formam um show pra cima e dançante além da inédita “Loló Luiza”. O conceito cenográfico, de Gigi Barreto, foi inspirado na arquitetura caótica das palafitas que povoam os manguezais urbanos do Recife. Todas as ilustrações usadas do telão são do artista plástico Derlon Almeida, conhecido internacionalmente. “Ficamos tão chapados com o seu trabalho na capa e cartazes do último disco de estúdio, Novas Lendas da Etnia Toshii Babaa”, que nem hesitamos em transportar para esse show sua inconfundível vibe pernambucana "pop de raiz", que vem encantando os moradores de algumas das maiores cidades européias" - conta Zeroquatro.

Há uma participação inusitada do jornalista Xico Sá. O vocalista comenta: "Xico Sá, meu parceiro e ex-colega de faculdade, nos retribuiu um pequeno favor: tocamos de graça na lendária livraria recifense “Livro 7”, nos anos 80, quando ele estava lançando uma coletânea independente de poemas e éramos ainda uma banda de garagem. Sua participação como MC oculto na abertura do DVD está impagável, pra variar…”.

“Mangue Bit ao Vivo” foi realizado de forma totalmente independente e foi financiado pelos fãs através Catarse (site que realiza financiamentos colaborativos) e principalmente pela própria banda com fundos de caixa de shows e da produtora, depois executado com apoio do SESC Belenzinho. O trabalho Será lançado e distribuído pelo selo Coqueiro Verde.



Serviço:
Segunda Maluca edição extra apresenta: Mundo Livre S/A
Lançamento CD/DVD "Mangue bit ao vivo"
Abertura: Duda Fortuna
Local: Opinião 
End: Rua José do Patrocínio 834 – Cidade Baixa – Porto Alegre/RS
Data: 25 de julho
Horário: 22 horas (cerveja em dobro até 23 horas)
Discotecagem: Claudio Cunha
Realização/ Informações: www.reimagroproducoes.com

Enviado por Márcio Ventura
(Rei Magro Produções)

0 comentários:

Postar um comentário