Gangrena Gasosa, Leviaethan, Apocalypse: e muito mais no "Som de Peso" em POA ( 28/11/15)

Publicado em: quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Dia 28 de novembro, sábado, segunda noite do Festival "Som de Peso".
O evento aconteceu no Cine Theatro Ypiranga em Porto Alegre nas noites de 27 e 28 de novembro de 2015. Com a primeira noite dedicada ao Punk Rock, que infelizmente não pude assistir, e outra dedicada ao Heavy Metal, o festival produzido por Adriano Souza Mussi reuniu grandes nomes da cena rock/metal, nomes já consolidados e grandes promessas.


A Apocalypse, banda de rock progressivo, principal referência do gênero no Brasil, e que possui um grande e merecido reconhecimento mundial foi a primeira banda a apresentar-se na noite destinada ao estilo heavy metal e suas vertentes. O setlist apresentado pela banda caxiense foi curto mas coeso.
Confesso que estranhei a banda abrindo o evento, mas depois descobri que isso ocorreu por uma questão de logística. Mas isso não tirou o brilho de sua apresentação, sempre irretocável.

Setlist:
Crying for Help
Next Revelation
Find me Now
Welcome Outside
Meeting Mr. Eartchcrubs
Refuge
Hard Long Road

Para quem ainda não os conhece, recomendo acessar o link a seguir:
http://www.apocalypseband.com/






A segunda banda a apresentar-se foi a Black Triadpower trio gaúcho criado em 2014, formado por Ricardo “Malcolm” Aronne (guitarras), Marcelo Pithan (baixo) e Zico Cavinatto (bateria).
Foi a banda mais nova que apresentou-se no dia, retifico, a banda é nova, mas seus integrantes, não. Ricardo, por exemplo, fez parte do nascimento do Rock Gaúcho, e já tocou em diversas bandas renomadas da cena metal e fora dela, em sua longa carreira de quase quatro décadas. Enérgico, seria o termo para descrever o power trio no palco.

Setlist:
Dream On
Genesis
Santero
Evil Lady
Carnage
RIP
Fallen Masks
The Duke
Zeitgeist

Acesse o link  a seguir e conheça  melhor a Black Triad:
https://www.facebook.com/BlackTriadBrazil/






A terceira atração da noite a subir ao palco foi a Spartacus, banda que tem 30 anos de carreira.
A banda porto-alegrense formada por Marco Canto (vocal), Luciano Reis (guitarra), Marco Di Martino (baixo) e Guilherme Oliveira (bateria)  empolgaram os presentes com seu heavy metal tradicional, cantado em português. Tradicional sim, mas sempre atual, renovado.

Setlist:
A Máscara
Encontro de Almas
Na Rota da Colisão
Império da Lei
Luz
Libertae

No início de 2015 a banda de heavy metal tradicional lançou o álbum "Imperium Legis ", ouça as músicas desse álbum no link a seguir: http://goo.gl/Lct7TF

Lí na page oficial da banda no Facebook que a mesma pretende dar uma parada por tempo indeterminado, espero que esse período não se prolongue por muito tempo.








A quarta banda a apresentar-se foi a Leviaethan, banda capitaneada por Flávio Soares fez uma das performances mais aclamadas da noite.  A banda formada por Flávio Soares (vocal/baixo), Ricardo "Ratão" (bateria), Victor Nichele (guitarra) e Denis "Blackstone (guitarra) tem mais de 30 anos e é uma das precursoras do thrash metal do estado mostrou o porque se mantém há tanto tempo ativa,  mantendo os fãs antigos e agregando novos.

Assisti alguns shows da banda, mas esse, apesar do setlist enxuto, foi um dos que mais gostei. Os músicos deram uma aula de como se faz um show, de como se faz um show de Heavy Metal.. 

A performance da banda no festival teve um plus. A parceria entre a banda e o grupo Zahira Razi. O som da banda e a performance das duas dançarinas casou perfeitamente. Arrepiei assistindo.

Setlist:
Echoes from the past
Arauto das Trevas (versão 2015)
The Time Has Come
Children of the Grave (Black Sabbath)
The Evil within
Leviathan (Venom)

Para mais informações sobre a banda, acesse.
https://www.facebook.com/leviaethanthrash/









A M-19, banda de thrash metal foi a antepenúltima banda a subir ao palco.

A banda tem mais de 20 anos de estrada, e esteve um tempo fora de atividade.
Voltaram à ativa faz três anos e em 2014 lançaram seu primeiro álbum, o já aclamado "Mission : Destroy". No momento, encontram-se finalizando os shows de divulgação deste álbum. E já estão compondo e pré-produzindo as músicas que entrarão no seu próximo disco.

Quanto à apresentação...
Nessas horas é que tenho certeza de que a cena não morrerá, fato.
E tem gente que fala que não existem bandas de qualidade e bla´-blá- blá.
Para de reclamar e vem para o RS ver o som que se faz por aqui.

O público presente agitou bastante durante a performance da banda, e na hora do cover do Slayer, a galera, simplesmente, surtou.


Setlist:
Thermical Death
I kill for God
Cult of Suffering
171
Black Magic ( Slayer cover )
Resistance
Southern Brave

Conheça mais a banda acessando o link a seguir.








Um dos nomes históricos do Thrash Metal gaúcho, a Gladiator foi a penúltima banda a apresentar-se no evento. A banda teve um álbum lançado ainda em LP, e ficou parada por 21 anos. 
O livro "Tá no Sangue", uma iniciativa do Luís Augusto Aguiar , do Maicon Leite e do Douglas Torraca, foi um dos motivos que levaram a banda a reunir-se novamente. E a volta aos palcos aconteceu justamente no projeto "Terças Rock" evento produzido pela mesma produtora do evento, e que aconteceu no Tabu (ex Garagem Hermética).

A Gladiator fez uma apresentação matadora. Aliás esse festival, pelo menos essa segunda noite, foi um desfile de dinossauros, no bom sentido. 

Setlist:
Therapy
Total Disaster Addicted to Kill Joinning the Pieces Loser Noise O Alienado

Conheça mais a banda: 






Gangrena Gasosaprimeira e única banda de Saravá Metal do Brasil, uma mistura de metal com hardcore e pontos de Umbanda e que contabiliza mais de 20 anos sobe ao palco do "Som de Peso". Ùltima banda a apresentar-se no festival.

Um amigo, comentou comigo, que havia ido ao evento por causa da banda...
Por que tinha assistido um documentário sobre a banda e que isso atiçou a sua curiosidade.
Isso chamou minha atenção, mas nada, repito, NADA me preparou para o que presenciei. 

A energia que a Gangrena Gasosa emana quando em ação é surpreendente.
O público ficou ensandecido. Rodas punks fervilharam.
Um show, como poucos que vi na minha vida.
Primeiro tenho que comentar a qualidade dos músicos e outro detalhe muito importante o som do Cine Theatro Ypiranga é perfeito. 

Vejam o tamanho do setlist apresentado pela banda carioca, e posso afirmar que o público que estava assistindo-o não sentiu o tempo passar e se a banda continuasse tocando iria interagir da mesma maneira.

Setlist:

Se Deus é 10 Satanás é 666
Black Velho
Surf Iemanjá
Quem gosta de Airon Meiden também gosta de KLB
Hardcore Gangrena dfc
Welcome to Terreiro
Vem Nariz
Cambonos from Hell
Exu Noise Terror
A supervia deseja a todos uma boa viagem
Carnossauro Diet
Chuta que é macumba
Matou a galinha e foi ao cinema
Exu afirma seu ponto/ Headbanger Voice/Timbalada de Caveira
Artimanhas do Catiço
Eu não entendi Matrix
Despacho from Hell
Centro do Pica-pau amarelo

Se ainda não conhece essa trupe, no caso, essa falange, acesse o link a seguir:
http://gangrenagasosa.com.br/







Fazia muito tempo que não assistia um line-up de bandas com tamanha qualidade num mesmo evento e principalmente num evento brazuka. Pena que o público era pequeno, sorte dos que compareceram.

A Segunda noite do festival "Som de Peso" terminou em torno das 5 horas da manhã.
Foi uma noite mais que perfeita.

Parabéns à  Som de Peso Produções pela produção do mega-evento.
E que mais eventos de igual qualidade sejam produzidos.
A cena agradece.

Agradecimentos pelo credenciamento.

Leia materia no Whiplash.Net


0 comentários:

Postar um comentário