Prêmio Açorianos de Música: divulga finalistas

Publicado em: quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014
Lista foi divulgada nesta terça-feira. Vencedores serão conhecidos em abril

Os finalistas do Prêmio Açorianos de Música foram divulgados na última terça-feira, dia 25 de fevereiro. 

São quatro categorias em cinco gêneros. Além de pop e MPB, a versão dedicada à música do mais tradicional prêmio da cultura gaúcha entrega distinções a trabalhos regionais, eruditos e instrumentais. Concorrem apenas os lançamentos de 2013.
Além disso, o Açorianos de Música deste ano vai destacar também vencedores nas categorias de melhor espetáculo, disco infantil, revelação, arranjador, produtor e projeto gráfico. Os indicados dessas categorias serão divulgados em março.
A cerimônia de entrega dos troféus está marcada para 24 de abril, às 20h30, no Auditório Araújo Vianna. 

A homenageada do ano é a cantora Lourdes Rodrigues, uma das principais intérpretes da obra de Lupicínio Rodrigues (1914 – 1974). Haverá também menções especiais para o Coral da Associação Hospitalar Moinhos de Vento, o músico e professor José Maria Barrios e o LP Rock Garagem, de 1984.
Confira a lista dos indicados:
Gênero Pop
Melhor disco
"Antes que Tu Conte Outra", de Apanhador Só
"Insular", de Humberto Gessinger
"Mocochinchi Folksom", de Wander Wildner
"O Outro Lado", de Dinamite Joe
"Saudade", de Selton
Melhor compositor
Alexandre Kumpinski, por "Antes que Tu Conte Outra", de Apanhador Só
Guri Assis Brasil, por "Quando Calou-Se a Multidão", de Guri
Humberto Gessinger, por "Insular"
Nenung, por "Espaço!", de Os The Darma Lóvers
Wander Wildner, por "Mocochinchi Folksom"
Melhor intérprete
Alexandre Kumpinski, por "Antes que Tu Conte Outra", de Apanhador Só
Humberto Gessinger, por "Insular"
Jorge Flores por "O Outro Lado", de Dinamite Joe
Nitro Di, por "Êra Era"
Santiago Neto, por "Zero Zero do Santo Amém", de Santiago Neto Y Los Misionerotrónicos
Melhor instrumentista
Duca Leindecker, por "Voz, Violão e Batucada"
Gonzalo Araya por "Do Delta do Jacuí ao Deserto do Atacama", de Oly Jr. & Gonzalo Araya
Jacques Maciel, por "Rosa Tattooada _ XXV", de Rosa Tattooada
Leo Henkin, por "O Caminho Certo", de Luiza Caspary
Oly Jr., por "Do Delta do Jacuí ao Deserto do Atacama", de Oly Jr. & Gonzalo Araya
Gênero MPB
Melhor disco
"BailaDO", de Orestes Dornelles
"Cantando em Bando", de Expresso 25
"Canciones Cruzadas", de Dany López e Marcelo Delacroix
"Etnopop", de Sandro Souza e Douglas Gutjahr
"Foi no Mês que Vem" de Vitor Ramil
Melhor compositor
Gisele De Santi, por "Vermelhos e Demais Matizes"
Márcio Celli, por "Da Minha Janela"
Orestes Dornelles, por "BailaDO"
Rodolpho Bittencourt e Felipe Chagas Tedesco, por "Segunda Impressão", de Samba Grego
Sandro Souza, por "Etnopop", de Sandro Souza e Douglas Gutjahr
Melhor intérprete
Expresso 25, por "Cantando em Bando"
Gisele De Santi, por "Vermelhos e Demais Matizes"
Marcelo Delacroix, por "Canciones Cruzadas", de Dany López e Marcelo Delacroix
Márcio Celli por "Da Minha Janela"
Vitor Ramil, por "Foi no Mês que Vem"
Melhor instrumentista
Bianca Obino, por "Artesã"
Cristian Sperandir, por "Brasileirice", de Paola Matos
Douglas Gutjahr, por "Etnopop", de Sandro Souza e Douglas Gutjahr
Fabricio Gambogi, por "Vermelhos e Demais Matizes", de Gisele De Santi
Gilberto Ribeiro Jr., por "Vermelhos e Demais Matizes", de Gisele De Santi
Gênero Regional
Melhor álbum
"Com Jeito de Campo", de Ita Cunha
"Com o Vento na Cara", de Flávio Hanssen
"Ivo Fraga Interpreta Jaime Vaz Brasil", de Ivo Fraga e Jaime Vaz Brasil
"Mas Bah! Desplugado", de Mas Bah!
"Na Estrada", de Valdir Verona
Melhor compositor
Anomar Danúbio Vieira, por "Imagens", de Marcello Caminha
Fabio Prates, por "Com o Campo no Coração", de A Lo Largo
Jaime Vaz Brasil, por "Ivo Fraga Interpreta Jaime Vaz Brasil"
Rômulo Chaves, por "Quando a Arte Encontra o Campo", de Robledo Martins
Valdir Verona, por "Na Estrada"
Melhor intérprete
Flávio Hanssen, por "Com o Vento na Cara"
Ita Cunha, por "Com Jeito de Campo"
Ivo Fraga, por "Ivo Fraga Interpreta Jaime Vaz Brasil"
Juliana Spanevello, por "Relíquia"
Mas Bah!, por "Mas Bah! Desplugado"
Melhor instrumentista
Artur Bonilha, por "Com o Campo no Coração", de A Lo Largo
Fofa Nobre, por "Simples Assim"
Guilherme Goulart, por "Contraponto _ Ao Vivo em Piratini", de Cristiano Quevedo

Luciano Maia, por "Com o Campo no Coração", de A Lo Largo
Valdir Verona, por "Na Estrada"
Gênero Instrumental
Melhor disco
"Cidade & Campo", de Camerata Pampeana
"Festa", de Paulinho Cardoso
"Olhos de Águia", de Beto Bollo
"Roda Gigante", de Nicola Spolidoro Quarteto
"Volume 3", de Funkalister
Melhor compositor
Daniel Wolff, por "Cameratas & Consorts"
Leonardo Boff, por "Volume 3", de Funkalister
Maestro Tasso Bangel, por "Cidade & Campo", de Camerata Pampeana
Nicola Spolidoro, por "Roda Gigante", de Nicola Spolidoro Quarteto
Paulinho Cardoso, por "Festa"
Melhor intérprete
Guilherme Goulart, por "Olhos de Águia", de Beto Bollo
Neuro Júnior, por "Sobre Nós!", de Gabriel Romano Gonzalez
Renato Velho, por "50 Tons de Blues", de Renato Velho e Manéco Rocha
Sergio Olivé, por "Ancestrais Migrações, Volumes I e II", de Aramy Dornelles da Luz
Zé Ramos, por "Festa", de Paulinho Cardoso
Melhor instrumentista
Daniel Wolff, por "Cameratas & Consorts"
Everton Velasques, por "Volume 3", de Funkalister
Gaspo Harmônica, por "Doze Compassos de Blues"
Marcos De Ros, por "Sociedade das Aventuras Fantásticas"
Paulinho Cardoso, por "Festa"
Gênero Erudito
Melhor disco:
"Balada para o Avião que Deixa um Rastro de Fumaça no Céu / Estética do Frio II", de Celso Loureiro Chaves
"Gnattali", de Paulo Inda
"Homenagem Maestro", de Camerata OntoArte Recanto Maestro
"Maestro Angelo Crivellaro por Benito Crivellaro", de Antônio Benito Crivellaro
"Porto Allegro", de Daniel Wolff
Melhor compositor
Celso Loureiro Chaves, por "Balada para o Avião que Deixa um Rastro de Fumaça no Céu / Estética do Frio II"
Daniel Wolff, por "Porto Allegro"
Fernando Mattos por "Porto Allegro", de Daniel Wolff
Lourdes Saraiva, por "Porto Allegro", de Daniel Wolff
Melhor intérprete
Cíntia de los Santos, por "Homenagem Maestro", da Camerata OntoArte Recanto Maestro
Daniel Wolff, por "Porto Allegro"
Paulo Inda, por "Gnattali"
Melhor instrumentista
Daniel Wolff, por "Porto Allegro"
Luciane Cardassi, por "Balada para o Avião que Deixa um Rastro de Fumaça no Céu / Estética do Frio II", de Celso Loureiro Chaves
Paulo Inda, por "Gnattali"


Foto: Félix Zucco /Agência RBS

Fonte: Zero Hora



Matérias relacionadas no Rocksblog



0 comentários:

Postar um comentário