Nei Lisboa: volta ao palco do Opinião, dia 8 de julho, com sua nova turnê

Publicado em: quarta-feira, 22 de junho de 2016
Crédito: Adriana Franciosi

Nei Lisboa, um dos compositores mais importantes da música gaúcha de todos os tempos, irá voltar ao palco do Opinião, no dia 8 de julho, com a sua nova turnê, chamada “Bota Fora! Telas, Tramas & Trapaças”. A apresentação, baseada no último disco ao vivo do cantor, gravado no Salão de Atos da UFRGS e lançado no final do ano passado, fará um apanhado geral dos seus últimos 15 anos de carreira, abrindo espaço para canções dos seus mais diferentes trabalhos de estúdio, como “A Vida Inteira”, de 2013, e o elogiado “Cena Beatnik”, de 2001. Misturando faixas conhecidas e composições que nunca antes tinham sido executadas diante do público, Nei irá mostrar o seu olhar extremamente poético sobre os aspectos problemáticos e atuais da nossa sociedade, abordados em músicas como “Ponto Com”, “E a Revolução” e “Publique-se a Versão”, e também algumas de suas novas criações, como “Para Um”, que fala sobre os movimentos sociais, e  “A Lei”, cuja letra trata da política nacional. No palco, o cantor terá o suporte e a companhia da sua banda completa, formada por Paulinho Supekovia (guitarra e baixo), Luiz Mauro Filho (teclado) e Giovanni Berti (bateria).        


Nei Lisboa é gaúcho de Caxias do Sul e reside em Porto Alegre desde os seis anos de idade, tendo vivido temporadas em outras capitais brasileiras e também nos EUA, onde concluiu o segundo grau. Mas sua ligação mais forte é mesmo com a capital gaúcha, onde mantém um público fiel, e mais especificamente o bairro Bom Fim, onde cresceu e morou por mais de vinte anos. Nei tem dez discos lançados ao longo de mais de três décadas, além de dois livros: uma coletânea de crônicas e um romance, editado no Brasil e na França.

Crédito : Andre Feltes
A paixão pela música popular surgiu na infância – aos oito anos e se consolidou ao ingressar, em 1977, no curso de Composição e Regência da UFRGS. A sua carreira artística iniciou em 1979, com os espetáculos “Lado a Lado” e “Deu pra Ti anos 70”, em parceria constante com o guitarrista Augusto Licks. O primeiro disco, “Pra Viajar no Cosmos Não Precisa Gasolina”, foi uma produção independente, em 1983. Um ano depois, em 1984, por intermédio de uma gravadora regional (ACIT), ele lançou seu segundo disco, “Noves Fora”.

Ao final de 1986, Nei assinou contrato com a gravadora EMI-Odeon, que resultou em dois discos: “Carecas da Jamaica”, de 1987, pelo qual recebe o Prêmio Sharp de revelação pop rock; e “Hein?!”, lançado em 1988. Em 1990, partiu para sua primeira incursão na literatura, o romance “Um Morto Pula a Janela”, lançado em 1991 pela editora Artes & Ofícios. Em 1993, depois de algumas temporadas entre Porto Alegre e Montevidéu, Nei gravou ao vivo no Theatro São Pedro o álbum “Amém”, reunindo canções próprias e clássicos da música popular uruguaia, acompanhado por nove músicos de ambos os países.

Em 2000, Nei retomou a composição e “Cena Beatnik”, seu primeiro trabalho em estúdio depois de mais de uma década, lançado em maio de 2001 pelo selo Antídoto. Em 2002, bandas e artistas gaúchos se uniram em um CD tributo, intitulado “Baladas do Bom Fim” e lançado pelo selo Orbeat, com releituras de quatorze músicas do compositor. As músicas de Nei participam também da trilha de vários filmes da cinematografia gaúcha, como “Deu pra Ti anos 70”, “Verdes Anos” e “Houve Uma Vez Dois Verões”.

Nei revisitou no palco o repertório de todas essas diferentes épocas, em 2010, circulando com a turnê de “Vapor da Estação” por nove cidades brasileiras. Os shows foram realizados em Curitiba, Florianópolis, Itajaí, Belo Horizonte, São Paulo, Brasília, Belém, São José do Rio Preto e Rio de Janeiro. Em dezembro de 2013, lançou seu décimo álbum de canções inéditas. “A Vida Inteira” foi viabilizado através de um financiamento coletivo na plataforma Catarse, em uma campanha que reuniu quase 900 apoiadores. Na tour desse disco, o cantor gravou o CD ao vivo “Telas, Tramas & Trapaças do Novo Mundo”, no Salão de Atos da UFRGS, em junho de 2015.






NEI LISBOA

Onde:
Quando:
8 de julho, sexta-feira, às 20h
Abertura da casa:
18h30
Classificação:
14 anos

Ingressos:

Lote 1:
ESGOTADO

Lote 2:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível ou agasalho, disponível para qualquer pessoa): R$ 55
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 50
Inteira: R$ 100

Lote 3:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível ou agasalho, disponível para qualquer pessoa): R$ 65
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 60
Inteira: R$ 120

* Os alimentos e agasalhos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Youcom Bourbon Wallig

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Youcom Shopping Praia de Belas, Iguatemi, Bourbon Ipiranga, Barra Shopping Sul, Bourbon Novo Hamburgo e Canoas Shopping
Multisom Andradas 1001 e Bourbon São Leopoldo


Informações:


0 comentários:

Postar um comentário