Lulu Santos ( Pepsi on Stage - Porto Alegre - 11/06/2016)

Publicado em: segunda-feira, 13 de junho de 2016

No dia 11 de junho, o cantor carioca Luiz Maurício, mais conhecido como Lulu Santos, apresentou-se em Porto Alegre. Há 10 anos atrás, para ser mais precisa, em maio de 2006, o músico inaugurou o palco do Pepsi on Stage, e no último sábado retornou para festejar a data com o show  que integra a turnê "Clube Lux", na véspera do Dia dos Namorados.

A performance iniciou com trinta minutos de atraso mas o time de músicos mais que competentes formado por Milton Guedes (sax, flauta e vocal), Sergio Melo (bateria), Jorge Ailton (baixo), Pedro Augusto (teclados), Hiroshi Mizutani (teclados e programações), o DJ de funk carioca Sany Pitbull, Silvio Charles (violão e percussão) e Andrea Negreiros (backing vocal e percussão) que acompanham um dos maiores hitmakers brasileiros conseguiu fazer com que as 3.500 pessoas presentes na casa de eventos esquecesse esse fato e o frio que fazia na capital.


Durante exatas duas horas, Lulu que estava bem como ele gosta, como ele mesmo diz, plugado e amplificado à suas várias guitarras fez um show que agradou gregos e troianos, ora dançante, suingado, ora romântico.

Lulu interagiu muito com o público. Falou da melhora que notou na qualidade acústica da casa, se bem que isso ainda necessita uns ajustes. Falou um pouco da situação do país, contou como foi a estréia, digamos, inusitada, de Milton Guedes na banda, isso há 30 anos atrás ( Risos) quando o músico, na sua estréia caiu de cara no palco... E até conduziu um "Parabéns pra Você" para a casa de shows. Teve um momento em que pediu mais interação do público, pedido que foi mais do que atendido.

O público dançou e cantou as músicas apresentadas o tempo todo. Tanto as músicas novas do seu trabalho do CD "Luiz Maurício" como  hits pra lá de confirmados nas suas performances, como "Toda forma de amor", "O último romântico", "Sereia", "De repente, Califórnia", "Assim caminha a humanidade", "Como uma onda", "Tempos Modernos" entre muitos outros hits.


Esse mestre do pop, que agrega as funções de cantor, compositor e guitarrista, mescla com total maestria, como poucos mortais, MPB, rock, funk, música eletrônica e etc. E mostrou o porquê está na estrada há 35 anos - mantendo seus antigos fãs e agregando novos. Aliás, foi o que se viu no Pepsi, pessoas das mais variadas faixas etárias.

Mas isso sempre com uma roupagem pra lá de atual; seja com novos arranjos e também devido à mistura dos elementos eletrônicos agregados ao show com a participação de Sany Pitbull. Talvez esteja aí um dos segredos do grande Lulu - O cara é um eterno camaleão, sempre em mutação, mas sempre primando pelo bom gosto e qualidade.

Vida longa à boa música!
Vida longa ao Lulu Santos!



0 comentários:

Postar um comentário