Jéf: no "Ocidente Acústico" em Porto Alegre

Publicado em: quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016





"Jéf foi selecionado pro Festival SXSW, em Austin, Texas pra março. Mas antes ele se apresenta pela primeira vez no bar Ocidente. O Big Bang é essa explosão da qual cientistas e entusiastas tanto falam há décadas. Toda a matéria contida no Universo, as estrelas, planetas, eu e você, espremidos em uma bolinha microscópica de pressão infinita até que ‘bum’: tudo começa a tomar seu devido lugar no Espaço. E essa expansão não aconteceria sem uma boa dose de catarse. Estrelas e galáxias inteiras precisaram entrar em total colapso para a criação de outras e, possivelmente, a nossa Via Láctea é filha de uma dessas histórias tristes. 
Quando conheci o Jéf e sua música, deparei-me com um Big Bang em vias de acontecer. Todos os ingredientes para uma carreira de sucesso que atinge os corações de milhares de pessoas com a intensidade de uma explosão cósmica já estavam lá, prontos para entrarem em ignição, contidos no peito de um então desconhecido artista do interior do Rio Grande do Sul. E a chama que desencadeou essa reação foi o Breakout Brasil, um reality show do Canal Sony onde, através de diversas atividades, um grupo de jurados (do qual eu fiz parte) escolheria um artista autoral para lançar um disco pela Sony Music Brasil. Jéf ganhava vernizes de favorito etapa após etapa, não pelo virtuosismo de suas composições, ou pela competência de sua - ótima - banda, mas sim pelo completo oposto disso: suas canções são tão singelas, de modo que seu recado poderia ser dado apenas com voz e violão. E é em torno de sua voz que ‘Interior’, seu segundo álbum, agora pela Sony, foi construído. 

As guitarras, pianos e percussões que adereçam as composições trazem o ouvinte em uma visita guiada pelo coração de Jéf, com seus medos, vontades e aspirações. Arrepios são comuns ao longo da experiência, que tem na faixa ‘Quando Você Voltar’ um de seus pontos altos: uma nada óbvia e edificante abordagem do som folk que muitos tentam fazer, mas poucos o conseguem com personalidade e verdade. Um álbum que poderia soar contemplativo demais é malandramente permeado por faixas que elevam o astral do ouvinte e, sem pestanejar, o fazem um convite à dança, com faixas como ‘Por Aí’ (que não precisa de mais de um compasso para te fazer bater palmilhas e começar a mexer as pernas de maneira inquietante) e ‘Faz’ (que fecha o disco com tintas beatlemaníacas e uma vontade incontrolável de apertar o ‘repeat).’ Pra Colar’ já nasceu com cara de hit e seu refrão ‘auto-colante’ é irresistível. É uma faixa em que pode-se perceber o competente trabalho de timbragem de guitarra e a maneira com o elétrico e o acústico se costuram, misturam e se confundem nesse disco, também evidente na bela e agitada ‘Tão Pra Lá’.O ‘Interior’ de Jéf já está exposto e expandido nas dez faixas cheias de sinceridade que tive a honra de produzir em meu estúdio. Ainda pude dividir com Jéf a composição e interpretação de ‘Rema e Acredita’, canção que representa em iguais doses o que se passa em ambas as nossas vidas: essa necessidade de se ter fé no ofício e remar rumo ao destino que nos espera, mas que jamais vai caminhar em nossa direção. Mais do que outras faixas do álbum, é justamente essa que melhor resume o ‘Interior’: somos todos uma amálgama de vivências, sentimentos e sonhos, e tudo que a gente precisa é se deixar explodir em arte, criar o nosso próprio Universo".

Por Lucas Silveira - Vocalista Banda Fresno


Foto: Otavio Souza

Serviço:
Ocidente Acústico edição  816
Show com Jéf
Data: 03 de  março  (quinta)
Local: Ocidente BarJoão Telles esq. Osvaldo Aranha
Horário: 23 horas  (a casa abre às 21 horas
Ingressos: R$ 25,00
Informações:  (51) 3012 2675 
Realização: Rei Magro produções (51) 3508 - 1490 (51) 9142 - 1589

Enviado por Rei Magro Produções

0 comentários:

Postar um comentário