David Gilmour: 10 containers de equipamentos cênicos para efeitos grandiosos de luz e laser para os shows no pais

Publicado em: segunda-feira, 23 de novembro de 2015




Cerca de duas horas e meia. Esse é o tempo que os brasileiros terão ao lado de David Gilmour em suas apresentações no país. Faltando menos de um mês para o início de "Rattle That Lock World Tour" a primeira turnê brasileira do vocalista e guitarrista do Pink Floyd, a produção brasileira divulgou que o show divide-se em duas partes: 70 minutos, um intervalo de 20 minutos e mais 80 minutos de show. O repertório completo das apresentações ainda não foi divulgado, mas Gilmour confirmou que vai intercalar canções de sua carreira solo com os principais sucessos do Pink Floyd.

Gilmour chega ao país dois dias antes da turnê, que começa no dia 11 de dezembro em SP, e virá acompanhado da esposa, a jornalista britânica e co-autora de algumas das letras de suas canções, Polly Samson, que aproveitará a estada aqui para lançar no Brasil seu último romance “Um ato de bondade”.  Além de Polly, a equipe de produção que Gilmour traz ao país é composta de nada menos que 150 pessoas, que irão se somar a outras 150 contratadas pela produção nacional.

Os números se explicam pela grandeza da produção técnica do show, que tem impressionado o público mundo afora, não só pela qualidade sonora como também pelos grandiosos efeitos criados com luz e laser durante a apresentação. Toda essa luz, aliás, pertence à própria equipe do artista: o equipamento que ele traz ao país ocupa 10 containers, sendo que oito deles são dedicados exclusivamente ao material de iluminação e efeitos cênicos.

Nos estádios onde os shows serão realizados, Gilmour ocupará oito camarins e mais quatro salas de produção. Para sua alimentação, o astro pediu cardápios sofisticados, com muitas opções veganas e vegetarianas, além de um prato brasileiro, a ser sugerido pela produção local. Uma realização da Mercury Concerts, a turnê sul-americana terá quatro datas no Brasil: São Paulo, nos dias 11 e 12 de dezembro, no Allianz Parque (ainda há poucos ingressos disponíveis para o dia 11); Curitiba, no dia 14 de dezembro, na Pedreira Paulo Leminski; e Porto Alegre, no dia 16 de dezembro, na Arena do Grêmio.

Fonte: MIDIORAMA.

0 comentários:

Postar um comentário