POA: CONCERTO EM HOMENAGEM AO "DIA DAS CRIANÇAS"

Publicado em: domingo, 11 de outubro de 2015
O Teatro do Bourbon Country recebe  amanhã, dia 12 de outubro, segunda-feira, às 17h, mais um espetáculo gratuito da tradicional série Concertos Comunitários, realizada pela Opus Promoções e patrocinada pelo Grupo Zaffari. Em formato didático para o público infantil, o Concerto em Homenagem ao Dia das Crianças terá participação da Orquestra Unisinos Anchieta, regida pelo maestro Evandro Matté e dos cantores Carlos Rodriguez e Eliza Machado,  dos bonecos animatrônicos criados pela companhia Caixa do Elefante, além da participação do famoso cachorro Abelardo, interpretado por Mário de Ballentti


A animação do espetáculo ficará por conta da companhia Caixa do Elefante, que levará seus bonecos animatrônicos – feitos por máscaras com mecanismos eletrônicos controlados a distância por sistema de rádio – com os atores Paulo Adriane, Cícero Neves, Patrícia Ragazzon e Marcos Nicolaiewsky. O famoso cachorro Abelardo, interpretado por Mário de Ballentti, também é presença confirmada no concerto. As entradas para a apresentação podem ser retiradas gratuitamente a partir desta quarta-feira, dia 7 de outubro. Confira abaixo os pontos de retiradas de ingressos.



NÚCLEO DE ANIMATRÔNICOS DA CAIXA DO ELEFANTE

Os bonecos animatrônicos foram criados pela Caixa do Elefante originalmente para o espetáculo Arca de Noel,  do Natal Luz de Gramado. A tecnologia foi desenvolvida pela empresa gaúcha Inventiva, que também assinou a construção dos bonecos da “TV Colosso, programa televisivo da Rede Globo. Os animatrônicos são máscaras com mecanismos eletrônicos controlados a distância por sistema de rádio, para isto necessita  três artistas para dar vida aos personagens: o ator que anima o corpo do boneco, o cantor que empresta a voz e o manipulador de rádio que emite os comandos para os motores ( servos) da máscara. Os mecanismos possibilitam aos personagens mudarem de expressão facial articulando a boca, pálpebras e sobrancelhas.



MÁRIO DE BALLENTTI

Ator, diretor, cenógrafo e figurinista, graduado em Artes Visuais pela ULBRA, fundador da Cia. Caixa do Elefante, cursou Oficina de direção com Margareta Nicolescu do Institut de la Marionnette (França), Cenografia, Espaço e Imagem, com Álvaro Apocalipse do Grupo Giramundo (MG). École Philippe Gaulier, Londres (Inglaterra). Atuou em festivais na Europa, América do Norte e América Latina. Atuou na equipe de manipuladores da TV Colosso – Rede Globo.  Atualmente atua no SESI BONECOS DO BRASIL/MUNDO, apresentando-se em todas as capitais do país e dirige o espetáculo Cuco – A linguagem dos bebês no teatro.



CAIXA DO ELEFANTE – TEATRO DE BONECOS

A companhia porto-alegrense Caixa do Elefante Teatro de Bonecos, fundada em 1991, é, hoje, uma das companhias de teatro de bonecos mais atuantes e de maior destaque no panorama artístico nacional. Suas premiadas montagens, direcionadas tanto para o público infantil quanto para o adulto, já percorreram diversos países da Europa, América do Norte e América do Sul, representando e valorizando, em cada um deles, a essência de nossa autêntica cultura.

A Caixa do Elefante, ao longo de sua existência, tem acumulado uma vasta experiência na construção de diversos bonecos, cenografias e adereços cênicos, tanto para seus espetáculos como para outras companhias de teatro e programas televisivos, além de colaborar, por meio de workshops e oficinas, com a formação de público e profissionais de teatro.



PAULO ADRIANE | ATOR

Paulo Adriane é ator, diretor e produtor há 21 anos. Participou de mais de 15 espetáculos, sendo indicado a melhor ator em vários festivais e ao prêmio Tibicuera de teatro infantil por duas vezes, sendo agraciado como melhor ator coadjuvante por Piratas em 2011. Interpreta Jesus no espetáculo Paixão de Cristo, de Gravataí há 16 anos, sendo também o diretor geral do projeto. Em televisão atuou em três programas infantis da TV Globo: TV Colosso, onde interpreta até hoje a cachorra Priscila, Bambuluá e TV Xuxa. Em 2006 fez participações nos seguintes programas da mesma emissora: A Diarista, Belíssima e Sítio do Pica-pau amarelo. Em 2008 participou do histórias-curtas da RBS TV O Pequeno Cavaleiro sendo indicado ao prêmio de melhor ator coadjuvante. Em 2006 integrou com destaque a comissão de frente da Escola de Samba Virad |ouro com direção de Ulysses Cruz e Déborah Colker. Em 2015 fez participação em seu primeiro longa metragem, Ponto Zero, de Zé Pedro Goulart.



CÍCERO NEVES | ATOR

Atua desde 1997, quando estreou no espetáculo Glória Mundi Show, de Élcio Rossini. Em sua formação estão cursos com profissionais variados da área, como Ana Teixeira (RJ), Martín Ruiz (Argentina), Circo Teatro Udi Grudi (DF), Nicole Kehrberger (Alemanha), Luis Carlos Vasconcelos (PB), Cia do Latão (SP), entre outros. Atuou no grupo Manjericão de 1998 a 2004. Em 2007 fundou juntamente com Patrícia Ragazzon o Ato Espelhado Companhia Teatral onde trabalha atua e produz os espetáculos: Criando Causos na Salamanca do Jarau, Do Outro Lado do Buraco, O Quebra Nozes, Avenida Cores por Todo Lugar e A Fábula Inexistente. Foi indicado ao Prêmio Tibicuera de melhor ator em 2011, por seu desempenho no espetáculo Avenida Cores por Todo Lugar.



PATRÍCIA RAGAZZON | ATRIZ

Graduada em Artes Cênicas pela UFRGS com Habilitação em Interpretação Teatral em 1998. Aprimorou-se através de Workshops de Atuação, Expressão Corporal e Técnica Vocal com: Thomas Leabhart, Maria Lúcia Raimundo, Ana Wuo, Maria Helena Lopes, Ariela Goldman, Helena Varvaki, além de seminários e cursos de extensão. Desde 2007, atua, dirige e produz espetáculos no Ato Espelhado Companhia Teatral juntamente com Cícero Neves. Seus mais recentes trabalhos são: A Fábula Inexistente, Avenida Cores por Todo Lugar, Do Outro Lado do Buraco, O Quebra Nozes e a performances A.S.P.I.R.E. Foi contemplada com o Prêmio Tibicuera de Melhor Atriz em 2011 por seu desempenho em Avenida Cores por Todo Lugar.



MARCOS NICOLAIEWSKY | ATOR

Desde 2006 vem trilhando um caminho de estudo e experimentação nas artes cênicas através do estudo da arte do palhaço e do teatro de animação no Rio de Janeiro. A partir de 2014, colabora com a Companhia Caixa do Elefante Teatro de Bonecos como manipulador, cenotécnico, contra-regra, operador de luz e som, aderecista, assistente de produção e oficineiro em diversos espetáculos e eventos.



ORQUESTRA UNISINOS ANCHIETA

Fundada em 1996, pelo Maestro José Pedro Boéssio, a Orquestra Unisinos Anchieta realiza uma programação artística diversificada, atendendo a diferentes perfis de público, buscando a renovação de ideias, abordagens e leituras, além de promover associações inesperadas pela música de concerto, contemporânea e popular. A proposta, além da simples oferta de apresentação da orquestra, objetiva garantir o acesso não apenas à música de concerto, mas a outras linguagens vinculadas às raízes musicais brasileiras e ao repertório de importantes compositores populares. Vencedora do Prêmio Açorianos de Música em 2005, a orquestra entrega ao público o diferencial de espetáculos com inclusão de outras linguagens cênicas, tais como, teatro, dança e artes plásticas. Importantes concertistas e músicos de distintos estilos atuaram com a orquestra, entre eles: Altamiro Carrilho, Emmanuele Baldini, Fred Mills, Kleiton & Kledir, Pierre Dutot, Renato Borghetti, Yang Liu, entre outros. Nos últimos anos, a Orquestra Unisinos Anchieta tem apresentado diferentes séries de concerto, com destaque para as óperas Il Campanello di Notte e Rita (Donizetti) e Bastien Bastienne (Mozart).



EVANDRO MATTÉ

Regente e Diretor Artístico da Orquestra Unisinos

Coordenador Cultural da Unisinos e do projeto social Vida com Arte (Serviço de fortalecimento de vínculos), é Diretor Artístico e Regente da Orquestra Unisinos e professor de Gestão Cultural.  Músico da OSPA desde 1990, foi Diretor Artístico e regente da Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo. Graduado em música pela UFRGS, é especialista pelo Conservatoire de Bordeaux (França). Realizou curso de aperfeiçoamento na University of Georgia (EUA) e participou do Festival de Verão para jovens regentes do Conservatorie de Bordeaux (FRA). Atuou como músico da Orquestra da PUC de 1990 à 2004 e da Orquestra SCM (atual Orquestra da UCS) de 1998 a 2000. Como professor, participou dos Festivais de Música de Maringá (PR), Montenegro (RS), Caxias do Sul (RS), Festival de Inverno Unisinos, Verões Musicais (Gramado), Encontro Internacional de Metais de Tatuí (SP) e Semana Acadêmica da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria). Foi docente da UPF (Universidade de Passo Fundo). É especialista em Gestão Empresarial e Diretor Artístico do Festival Internacional SESC de Música.



CARLOS RODRIGUEZ | CANTOR

Radicado na Europa de 1997 a 2003, formou-se em Performance em Ópera e Música de Câmara no Conservatório Superior de Música de Maastricht, na Holanda, e Stage Training for Opera Singers no Jeker Opera Studio, Holanda. Em 2003, foi vencedor do famoso Concurso Internacional de Canto Bidú Sayão. Desde 1990, canta em diversas óperas e concertos, tanto no Brasil como na Europa.



ELISA MACHADO | CANTORA

A soprano Elisa Machado é graduada pela UFRGS. Foi integrante do Coro Sinfônico da OSPA (iniciando seus estudos de canto com o Professor Decápolis de Andrade). Concluiu os cursos básico de trompete e avançado de canto no Conservatório Pablo Komlós (OSPA). Teve como orientadores também Laura de Souza, Carlos Rodriguez e, mais recentemente, Juremir Vieira, além de participar de oficinas e cursos como complemento e aperfeiçoamento. Tem atuado na preparação de coros (Universitário da Ulbra, Allegro e Unisinos) , paralelamente à carreira de cantora.  Entre o repertório executado com orquestra nos últimos anos estão as óperas Bastien und Bastienne e A Flauta Mágica, o moteto Exsultate, Jubilate, a Missa da Coroação, o Réquiem e a Missa em Dó menor de W. A. Mozart; Missa em Sol Maior de Franz P. Schubert; Fantasia Coral, Missa em Dó Maior, Missa Solene e 9ª Sinfonia de L. van Beethoven; A Midsummer Night's Dream de F. Mendelssohn; Bachianas nº 5 de Heitor Villa-Lobos e Oratório de Natal de Camille Saint-Saëns, entre outros. Em 2014, recebeu o 1º Prêmio no 12º Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas e foi aprovada em concurso realizado pela OSPA (para trabalhar junto ao Coro Sinfônico).


Serviço:
Concerto em Homenagem ao Dia da Criança
Dia 12 de outubro ( Segunda-feira)
Horário: 17h
Local:Teatro do Bourbon Country
End: Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country - Porto Alegre

Entrada Franca

Locais para retirada dos ingressos (limite máximo de dois ingressos por pessoa):

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country (De segunda a sábado, das 14h às 22h e domingos e feriados, das 14h às 20h);

Zaffari Fernandes Vieira (De segunda a sábado, das 8h às 22h. Domingo das 9h às 21h);

Zaffari Marechal Floriano (De segunda a sábado, das 8h às 22h. Domingo das 9h às 20h);

Zaffari Fernando Machado (De segunda a sábado, das 8h às 22h. Domingo das 9h às 21h);

Zaffari Higienópolis (De segunda a sábado, das 7h30 às 24h. Domingo das 9h às 22h);

Zaffari Lima e Silva (De segunda a sábado, das 8h às 23h. Domingo das 8h às 20h).



MINISTÉRIO DA CULTURA e GRUPO ZAFFARI apresentam

Lei Federal de Incentivo à Cultura

Apoio: Clube do Assinante Zero Hora

Patrocínio: Zaffari, Tramontina, Bourbon Shopping, CIELO e Itaú.

Realização: Opus, Ministério da Cultura e Governo Federal – Brasil, Pátria Educadora


Crédito: Mauro Schaeffer


Enviado por Opus Promoções

0 comentários:

Postar um comentário